Serviço militar faz entrega de certificados de dispensa de incorporação

No mesmo ato, prefeito Beto Preto foi empossado no cargo de presidente da Junta de Serviço Militar. (Foto: Josias Profeta)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

A Junta de Serviço Militar (JSM) de Apucarana realizou nesta terça-feira (18/04) a cerimônia de compromisso à bandeira nacional e entrega dos Certificados de Dispensa do Serviço Militar (CDI) para os nascidos em 1998 e classes anteriores. Ao todo, 210 jovens participaram do ato oficial que ocorreu no Cine Teatro Fênix. Na mesma oportunidade, o prefeito de Apucarana, Beto Preto, fez o juramento e tomou posse pelos próximos quatro anos como presidente da JSM de Apucarana.

A solenidade foi presidida pelo capitão Paulo de Medeiros Camacho, chefe do Posto de Recrutamento e Mobilização (PRM), órgão sediado no 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec) e que abrange 186 municípios. De acordo com o capitão Camacho, o certificado comprova que o jovem se alistou e está em dia com o serviço militar. “Eles passaram pela seleção e foram considerados aptos, mas, devido ao número reduzido de vagas, foram dispensados da incorporação”, explica Camacho.

Camacho lembra que nem todos os jovens dispensados procuram o Exército para receber o documento. “Quem deixa de pegar o certificado não está em dia com o serviço militar. Normalmente, eles vão atrás para regularizar a situação quando o documento é exigido, como no momento de fazer a matrícula na universidade estadual ou federal, de tirar o passaporte, para assumir um cargo público ou até mesmo para receber um prêmio da loteria”, exemplifica.

Após a entrada da bandeira, os jovens prestaram o juramento e cantaram o Hino Nacional. Em seguida, houve a entrega simbólica do Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI) para alguns jovens. Na sequência, o prefeito de Apucarana foi empossado no cargo de presidente da 105ª Junta de Serviço Militar. “Prometo envidar todos os esforços no sentido de fazer cumprir, pelos munícipes, os deveres relativos ao serviço militar, a fim de que o nosso município contribua para o exercício da cidadania e o engrandecimento da Pátria”, disse o prefeito no seu juramento.

Beto Preto também citou a Constituição Federal, afirmando que os jovens estão colocando em prática dispositivos da legislação ao cumprirem as obrigações com o serviço militar. “Muitas vezes sentimos que a Constituição Federal está longe do nosso cotidiano, do nosso dia a dia. Neste momento, os jovens estão passando por artigos da Constituição, tanto aqueles que estabelecem a necessidade do serviço militar obrigatório como aqueles que indicam a dispensa”, pontua Beto Preto, acrescentando que dará continuidade ao trabalho como presidente da JSM de Apucarana, com “respeito à Pátria e exemplos de civismo”.

Compartilhe