Secretária Marli Fernandes compartilha a experiência de Apucarana na maior feira de educação e tecnologia da América Latina

Na manhã desta terça-feira, ela apresentou a palestra Vivências e Experiências de Sustentabilidade na Educação Infantil durante a 26ª edição da BettEducar (Foto: Profeta)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Pelo segundo ano consecutivo, a secretária de Educação Marli Fernandes compartilhou as práticas bem sucedidas da rede municipal de ensino apucaranense na maior feira de educação e tecnologia da América Latina. A 26ª edição da Bett Educar, que teve início nesta terça-feira e segue até esta sexta-feira (17/07) em São Paulo, reúne mais de 230 empresas nacionais e internacionais, 19 startups e aproximadamente 22 mil profissionais do setor educacional.

A palestra da secretária, sob o tema “Vivências e Experiências de Sustentabilidade na Educação Infantil”, aconteceu na manhã desta terça-feira (14/05) no auditório 6. “Os seres humanos possuem uma forte relação com o ambiente em que vivem, fazendo da natureza a sua habitação e retirando dela os meios necessários para a subsistência. Segundo a Constituição Federal, é dever do poder público promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino. O mesmo está previsto na Base Nacional Comum Curricular. Durante a exposição na Bett Educar, eu detalhei como estamos fazendo isso nos centros infantis e escolas da nossa rede,” explicou a secretária.

Desde 2015, a Autarquia Municipal de Educação (AME) desenvolve o projeto de educação ambiental “Sementes do Futuro” nos 60 estabelecimentos de ensino sob sua responsabilidade, envolvendo cerca de mil professores e 12 mil alunos, além dos familiares das crianças.

As principais ações empreendidas são visitas à cooperativa de reciclagem local e à estação de tratamento de água e esgoto, instalação de lixeiras para a coleta seletiva em todos os prédios, promoção de campanhas de conscientização sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti e a prevenção à gripe, o cultivo de jardins sensoriais e hortas escolares, e a aprendizagem de técnicas de compostagem.

Para o desenvolvimento do projeto, a AME firmou parcerias com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), a Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis de Apucarana (Cocap), o Sistema S, a Secretaria Municipal de Agricultura, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o Colégio Estadual Agrícola Manoel Ribas, entre outras instituições.

“Os professores também receberam formação específica para trabalhar as questões ambientais de forma lúdica, principalmente com as turmas da educação infantil. Os hábitos apreendidos nessa fase, em geral, são levados para toda a vida”, afirmou a secretária.

A moderação da palestra foi feita pela psicóloga Beatriz Ferraz, que é doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em Liderança em Políticas para a Primeira Infância pela Havard University.
O prefeito Junior da Femac congratulou a secretária Marli Fernandes pela apresentação na Bett Educar. “É gratificante ver o quanto o ensino apucaranense evoluiu desde 2013. Hoje, de fato, ele serve de modelo para outros municípios do próprio estado e do país. O fato da nossa dirigente de educação ser convidada para palestrar em um evento dessa magnitude significa que estamos no caminho correto, formando uma geração vitoriosa de cidadãos”, disse o prefeito.

Professora na rede particular de ensino da cidade de Picus, no interior do Piauí, Inês de Souza Moura Borges assistiu a palestra e lembrou que Apucarana está à frente. “O ensino da sustentabilidade nas escolas é uma necessidade urgente nos dias de hoje. Concordo com que a secretária nos trouxe, acredito que é na educação infantil que temos a condição de plantar essas ideias e tantas outras”, assinalou. Outra educadora que acompanhou a palestra foi a representante da Secretaria Municipal de Educação de Itupeva (SP), Valéria Muraro de Medeiros. “Trata-se de um conteúdo que tem que ser trabalhado nas escolas e, infelizmente, ainda pouco se faz neste sentido e aqui Apucarana mostrou um trabalho bem estruturado, que trabalha toda uma rede, não está isolado em uma única escola, mostrando que é algo que pode ser executado quando bem elaborado e planejando e isso foi muito importante para nós, que acompanhamos a palestra”, testemunhou.

A mediadora da palestra, Beatriz Ferraz, assinalou que o projeto apucaranense revela o que uma comunidade unida, em torno de uma temática, é capaz de produzir entorno de questões fundamentais para a sobrevivência do planeta. “Com essa conscientização desde o início da vida, você ajuda da na formação de um sujeito que já vai se relacionar com o meio ambiente de uma forma diferente. O potencial que a gente tem quando a gente investe na primeira infância, como a secretária apresentou aqui, é gigantesco. Quando se investe na criança e no jovem para que valorizem o meio ambiente, a gente potencializa para ter um mundo melhor. Apucarana está de parabéns”, destacou.

Esta é a segunda vez que Apucarana participa da maior feira de educação e tecnologia da América Latina. No ano passado, Marli Fernandes já havia apresentado o tema “Os Pilares da Educação Integral”.

Compartilhe