Saúde vai realizar visitas em residências aos sábados

O trabalho de final de semana começa neste sábado (12) pelas regiões do Jardim Independência, Jardim Nossa Senhora de Lourdes, Jardim São Pedro, Jardim Eldorado, Vila Formosa e proximidades Estádio Municipal Olímpio Barreto (Fotos – Profeta)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

O fato de estarmos vivenciando período mais propício à proliferação do mosquito da dengue, que é a combinação de calor e chuvas constantes, levou prefeitura de Apucarana a adotar novas estratégias de combate a doença no município. A Divisão de Controle de Endemias da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) vai estender seu trabalho de visita em residências também para os sábados.

A atuação dos agentes de endemias no final de semana será voltada principalmente para o chamado “trabalho de recuperação”, ou seja, retornar aquelas residências encontradas fechadas dentro do cronograma de vistorias que realizaram de segunda a sexta-feira.

“Sabemos que muitas pessoas trabalham e dificilmente conseguimos entrar nas suas casas para realizar o trabalho de controle da dengue durante a semana. Trata-se de uma ação importante, na qual é possível identificar e eliminar possíveis focos do mosquito da dengue no local e mesmo reforçar as orientações dos cuidados para deixar a residências sem ambientes propícios à criação do mosquito Aedes aegypti”, afirma o diretor de Divisão de Endemias da AMS, Mauro de Aguiar.

O trabalho de final de semana começa neste sábado (12) pelas regiões do Jardim Independência, Jardim Nossa Senhora de Lourdes, Jardim São Pedro, Jardim Eldorado, Vila Formosa e proximidades do Estádio Municipal Olímpio Barreto. A ação só não será realizada em caso de chuva.

“Contamos com a colaboração dos moradores desses bairros no sentido de facilitar o acesso dos nossos agentes em suas residências. O trabalho que realizam é muito importante para mantermos nosso município livre da dengue”, conclama Mauro Aguiar, pedindo que, independentemente da visita dos agentes, a população vistorie sua casa pelo menos uma vez por semana para eliminar qualquer recipiente que possa acumular água, que é o ambiente propício para o foco de larvas do Aedes aegypti.

Dentro da atual ciclo epidemiológico da dengue, iniciado em agosto de 2018, Apucarana não registrou nenhuma caso da dengue. No mesmo período foram 59 notificações, com 17 resultados negativos, 2 inconclusivos, 30 à espera de resultado e 10 pessoas se recusaram a fazer o exame.

Compartilhe