Rua é recuperada com resíduo de asfalto no Loteamento Mate Amargo

As melhorias foram executadas em trecho de cerca de 800 metros, onde existe uma subida íngreme. (Foto: PMA)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

A Prefeitura de Apucarana fez a recuperação da Rua Benjamin Bossa, localizada no Loteamento Chácara Mate Amargo. As melhorias foram executadas com resíduo de asfalto em trecho de cerca de 800 metros. Trata-se de uma reivindicação antiga dos moradores, pois este trecho da via possui uma subida íngreme, o que dificultava o deslocamento dos moradores.

O prefeito de Apucarana, Junior da Femac, afirma que a reivindicação foi apresentada pela comunidade através do vereador Gentil Pereira.  “Conversando com os moradores, o vereador e com nossa equipe da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, chegamos à conclusão de que a melhor solução seria fazer a recuperação com resíduo de asfalto”, explica Junior da Femac.

Além dos cerca de 800 metros que foram recuperados com resíduo de asfalto, os maquinários da Prefeitura também fizeram a limpeza das caixas de retenção de água ao longo de toda a estrada. “É uma via não pavimentada que tem cerca de um quilômetro e meio de extensão e que fica nos fundos do antigo CTG. Devido à localização e à topografia, é uma região que sofre bastante com a erosão em épocas de chuva”, reitera Junior da Femac.

De acordo com Mauro Toshio Kitano, diretor do Departamento Municipal de Estradas Rurais, foram colocados 26 caminhões de resíduo de asfalto.  “O serviço foi executado com o apoio de um caminhão-pipa que, enquanto o rolo compactador fazia o serviço, ia esguichando água para aumentar a aderência do resíduo”, explica Toshio.

O vereador Gentil Pereira afirma que está atento às demandas da comunidade. “Fui incluído ao grupo de whatsapp do bairro e diariamente estamos conversando sobre as necessidades dos moradores. Outra reivindicação que encaminhamos ao prefeito é quanto a melhorias na iluminação pública e também ao serviço de coleta de lixo que atualmente não existe no bairro”, pontua o vereador.

Conforme o engenheiro eletricista Lafayete Luz, diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), a solução para a questão de iluminação já está encaminhada. “Vamos aumentar a potência das lâmpadas de 70 para 150 watts, além de acrescentar alguns pontos, o que vai exigir a extensão da rede”, informa Lafayete. Já quanto à coleta de lixo, será agendada uma reunião com representantes da empresa terceirizada responsável pelo serviço em Apucarana.

Compartilhe