Profissionais da linha de frente do Covid-19 ganham incentivo financeiro

O incentivo, que deverá ser creditado junto com a folha de novembro, será em cota única de R$ 600. (Foto: PMA)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Cerca de 600 profissionais que atuam na linha de frente ao combate do novo coronavírus (Covid-19) receberão incentivo financeiro em Apucarana. Além dos R$ 203 mil repassados pelo Governo Federal, o Município aplicará mais R$ 180 mil de recursos próprios. Com isso, além de profissionais da área da saúde, o benefício será estendido também a equipes da área de assistência social.

O incentivo, que deverá ser pago em cota única de R$ 600 já na folha de novembro, foi anunciado nesta quarta-feira (18/11) pelo prefeito Junior da Femac, após reunião que contou com a presença do procurador jurídico do Município, Rubens Henrique de França, da superintendente municipal de Recursos Humanos, Rosmeire Rivelini, do vice-presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Emídio Bachiega, e da secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Nazarko.

De acordo com o prefeito, a portaria baixada pelo Governo Federal e os recursos enviados seriam suficiente apenas para atender os profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS). “No entanto, em Apucarana, o trabalho de enfrentamento ao Covid-19 envolve um número maior de pessoas, pois colocamos em prática várias ações diferenciadas, como a implantação do Pronto Atendimento do Coronavírus”, argumenta Junior da Femac.

O prefeito afirma que em Apucarana a linha de frente de enfrentamento envolve ainda equipes de monitoramento e do setor de epidemiologia, motoristas do transporte sanitário, UPA e SAMU, além de profissionais das unidades do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) e Centro Pop. “Tomamos a decisão de pagar o incentivo não somente para os profissionais das unidades de saúde, mas para todos que estão na linha de frente deste trabalho”, reitera Junior da Femac.

A portaria do Governo Federal prevê que o pagamento do incentivo seja feito em até três vezes, porém em Apucarana o valor será pago em cota única. “O incentivo será pago aos profissionais da linha de frente e que estão na ativa. Estamos encaminhando todos os trâmites burocráticos e vamos ainda nesta semana encaminhar o projeto de lei para apreciação da Câmara de Vereadores”, informa Junior da Femac.

Compartilhe