Prefeitura anuncia criação da Casa do Mel

Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino vai levar empreendimentos solidários para espaço de preparo e comercialização do produto

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

O prefeito Junior da Femac anunciou, nesta quinta-feira (7/1), a criação da Casa do Mel, que vai ser um espaço de preparo e comercialização do mel de abelhas de produção local, por meio do Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da secretaria da Mulher e Assuntos da Família.

O imóvel em que a Casa do Mel funcionará, na avenida Aviação, 1525, precisa passar por adequações para o pleno funcionamento, o que está sendo planejado e em breve passará para a fase de realização das reformas necessárias, assim como será dado início à certificação fitossanitária para comercializar o mel. “Essa é mais uma iniciativa da Prefeitura para a geração de trabalho e renda por meio do nosso premiado Programa de Economia Solidária que, como sabemos, é exemplo regional e estadual”, destacou o prefeito.

Para a secretária da Mulher Denise Canesin, “o novo espaço também vai atender novos empreendimentos solidários, que vão gerar trabalho e renda para mais famílias apucaranenses, o que é o objetivo central do Programa”, explicou.

Horta solidária

Uma outra iniciativa do Programa de Economia Solidária, igualmente para geração de trabalho e renda às famílias de Apucarana, é a horta solidária. Com 2.422m2, a horta é cultivada no terreno do antigo Instituto Brasileiro do Café (IBC, esquina das ruas Byngton e Péricles, Vila Nova), onde funciona o Espaço Empreender.

Já estão sendo  comercializados quiabo, couve, tipos diferentes de alface, beterraba, cebolinha e almeirão, produção excedente da horta, destinada, prioritariamente, à alimentação das 17 famílias envolvidas. Estão plantados mandioca, chuchu, quiabo, couve, repolho, beterraba, cebolinhas, manjericão, salsinha, rúcula, almeirão, e cinco tipos de alface, sem uso de aditivos e pesticidas, de modo inteiramente orgânico e natural.

No novo espaço de comercialização que funcionará na Casa do Mel, os produtos da horta solidária também serão vendidos semanalmente, nas feiras que vão acontecer no espaço.

A horta solidária é um projeto piloto que está sendo implantado em outros dois locais da cidade: nos núcleos habitacionais Dom Romeu Alberti e Sanches dos Santos. Todos os envolvidos foram capacitados na perspectiva da economia solidária – que já capacitou cerca de mil mulheres, gerando trabalho e renda.

 

Compartilhe