Apucarana distribui coletes refletivos a motociclistas

Ação aconteceu em frente à Autarquia de Saúde visando à redução de acidentes e mortes no trânsito

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Utilizando um material do Governo do Estado do Paraná e repassado ao município através da 16ª Regional de Saúde, a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) distribuiu hoje (11) cerca de 200 coletes e braçadeiras refletivas a motociclistas da cidade. A iniciativa faz parte da programação da campanha internacional Maio Amarelo voltada à diminuição dos índices de mortes e acidentes de trânsito.

A cargo das equipes da Divisão Epidemiologia, Divisão de Saúde do Trabalhador e da CIPA, a entrega do material aconteceu em frente à Autarquia Municipal de Saúde e foi muito bem recebida pelos motociclistas. O motoboy de um restaurante da cidade, Maicon Douglas Orsak Dalbo, 23 anos, elogiou a iniciativa. “Com esse colete e essa braçadeira a gente fica mais visto, especialmente à noite. Um item de segurança que faz toda diferença no nosso trabalho. Usar isso pode mudar tudo”, avaliou.

A campanha Maio Amarelo de 2019 tem como tema “No trânsito, o sentido é a vida”. O mês de maio, portanto, é de alerta para motoristas, ciclistas, motociclistas e pedestres de todo o mundo. Ações educativas vão acontecer ao longo de todo o mês como palestras, teatros, blitz, visita às escolas, universidades, passeios ciclísticos e passeatas.

Em 2010, a Organização das Nações Unidas (ONU) criou uma resolução, determinando que entre os anos de 2011 e 2020, novas ações para o combate aos acidentes de trânsito iriam ser realizadas. A ação foi elaborada após um balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), que registrou mais de um milhão e duzentas mortes por acidentes de trânsito, em cento e setenta e oito países, somente no ano de 2009. Ainda segundo a OMS, esta é a nona causa das mortes no mundo.

No Paraná, a campanha é realizada pelas Polícias Rodoviárias Federal e Estadual, Polícia Militar Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Detran, Secretarias Estaduais da Segurança Pública, da Saúde e do Meio Ambiente, Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Associação Comercial do Paraná, Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR), Conselho Estadual de Trânsito do Paraná e as prefeituras dos municípios paranaenses.

 

 

Compartilhe