Prefeitura viabiliza sede para o Centro de Apoio ao Surdo

Esse será o sexto Centro de Apoio ao Surdo no Estado, que atenderá os núcleos regionais de educação de Apucarana, Cornélio Procópio, Ibaiti, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Telêmaco Borba e Wenceslau Braz (Foto: Profeta)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

A Prefeitura de Apucarana vai arcar com os custos de locação de um imóvel, localizado em área central, onde funcionará o Centro de Apoio ao Surdo e aos Profissionais da Educação de Surdos do Paraná. A parceria foi confirmada pelo prefeito Junior da Femac, em reunião com a chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE), Cristiane Cesária Pablos Rossetti.

O encontro ocorreu nesta segunda-feira (15/04), no gabinete municipal, e teve a participação da equipe técnica do NRE e também do secretário municipal de Gestão Pública, Nicolai Cernescu Junior, que irá encaminhar os trâmites burocráticos necessários para a locação.

O prefeito destaca que já há imóvel em vista, com tamanho adequado e que seriam necessários apenas alguns ajustes, como a implantação de um banheiro adaptado para portadores de necessidades especiais. “Apucarana recebe com muita alegria este centro, pois é uma cidade que busca a inclusão e neste sentido adotamos o conceito de desenvolver a cidade do bairro para o centro, de maneira que todos se sintam atendidos e acolhidos”, frisa.

Esse será o sexto Centro de Apoio ao Surdo no Estado, que atenderá os núcleos regionais de educação de Apucarana, Cornélio Procópio, Ibaiti, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Telêmaco Borba e Wenceslau Braz. “A área de abrangência do centro será de mais de 100 municípios, onde existem cerca de 5 mil pessoas surdas”, observa Junior da Femac.

Os centros são espaços dedicados à capacitação de tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e professores bilíngues surdos e ouvintes. “Apucarana já se destaca nesta área, sendo a cidade que tem mais professores intérpretes entre os 16 municípios de abrangência do Núcleo Regional de Educação de Apucarana. Agora, com esse centro de atendimento, se consolida ainda mais como referência de inclusão dos surdos”, ressalta Junior da Femac.

De acordo com a chefe do Núcleo Regional de Educação de Apucarana, Cristiane Cesária Pablos Rossetti, os cursos de capacitação são ofertados preferencialmente a profissionais da rede estadual, mas também estão disponíveis para professores de outras redes e comunidade escolar.

De acordo com a parceria, a Prefeitura de Apucarana viabilizará o imóvel enquanto o governo do Estado arcará com toda a equipe de profissionais e materiais para o desenvolvimento das atividades. “O Centro de Apoio ao Surdo vai organizar as suas atividades em núcleos de atuação, abrangendo a capacitação, atendimento educacional especializado, apoio didático-pedagógico e tecnológico, pesquisa e convivência”, explica Cristiane.

Compartilhe