Apucarana reivindica unidade do Sest Senat

Um estudo técnico realizado pela unidade de Londrina, e que será apreciado pelo Conselho Regional do Sest Senat, começou a ser elaborado e vai contribuir para a tomada de decisão (Foto: PMA)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Empresários e trabalhadores do setor de transportes poderão contar, em breve, com uma unidade do Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest Senat) em Apucarana. A possibilidade de instalação dos serviços na cidade, com potencial para atender a todo o Vale do Ivaí, foi pauta de uma reunião nesta quinta-feira (28/11), no gabinete municipal, entre o prefeito Júnior da Femac, o diretor do Sest Senat Londrina, Jair Vedóia da Silva, e o coordenador de Desenvolvimento Profissional do Sest Senat Londrina, Alfredo Lacueva Lepri.

Um estudo técnico, que será apreciado pelo Conselho Regional do Sest Senat, começou a ser elaborado e vai contribuir para a tomada de decisão. “A vinda destes serviços tem tudo a ver com o perfil de Apucarana e região e, sobretudo, com o momento de desenvolvimento vivenciado por Apucarana a partir da gestão Beto Preto. Além disto, somos polo logístico de uma grande região, dispondo de um importante entroncamento rodoferroviário. A demanda pelos cursos do Sest Senat é muito grande e beneficiará muito nossos empresários e trabalhadores do setor”, afirmou o prefeito Júnior da Femac.

Júnior colocou à equipe técnica da prefeitura à disposição para subsidiar o estudo com todas as informações necessárias e se prontificou a remeter ao presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) e do Conselho Regional do Sest Senat no Paraná, Coronel Sérgio Malucelli, um ofício ratificando o interesse de Apucarana em contar com uma unidade. “Estamos de portas abertas para disponibilizar o espaço necessário para que esta implantação aconteça o quanto antes. O Sest Senat é uma entidade que presta relevante serviço ao setor de transporte em todo o Brasil, com cursos de qualidade, extensa política de gratuidade e atuação social junto ao seu público”, pontuou o prefeito. Atuante na formação e qualificação de profissionais para o mercado de trabalho através de cursos especializados, presenciais e a distância, o Sest Senat também oferece assistência ao trabalhador e seus dependentes visando a promoção da saúde e da qualidade de vida.

Segundo o diretor do Sest Senat Londrina, Jair Vedóia da Silva, o estudo vai levantar, entre outras informações, o percentual populacional e PIB da microrregião, número de empresas dos setores de cargas, passageiros e ferroviário, número de empregos gerados, número de profissionais autônomos (cargas e passageiro), índice de crescimento da economia regional e demanda do setor. “São diversos pontos que serão analisados tecnicamente e que irão subsidiar a decisão, que será tomada pelo conselho regional”, explicou Silva.

De acordo com ele, a abertura por parte da Prefeitura de Apucarana já é um importante facilitador. “Ninguém entra na casa de ninguém sem ser convidado. Este desejo e apoio por parte do município é certamente um diferencial positivo”, disse o diretor do Sest Senat Londrina.

Um material de divulgação dos cursos oferecidos pelos serviços foi entregue ao prefeito Júnior da Femac. “O Sest Senat já atua junto a diversas empresas locais, mas queremos que ela esteja definitivamente conosco, com uma unidade local”, ratificou.

Além de formação especializada em diversas áreas do conhecimento ligado ao transporte, desde ações operacionais, logística, até a gestão dos negócios, “o Sest Senat disponibiliza cuidado com a saúde e com o bem-estar dos trabalhadores do transporte e dos seus dependentes, onde são oferecidos atendimentos de saúde nas especialidades de odontologia, fisioterapia, nutrição e psicologia”, concluiu Jair Vedóia da Silva, diretor do Sest Senat Londrina.

Compartilhe