Convênio entre AME e 17ª SDP combate a violência infantil

Autarquia Municipal de Educação cederá uma funcionária para atuar dentro da delegacia em situações de violência doméstica e abuso sexual de crianças e adolescentes (Fotos – Edson Denobi)

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Um convênio firmado hoje entre a Prefeitura de Apucarana e a 17ª Subdivisão Policial vai reforçar o trabalho de prevenção e combate a violência doméstica e abuso sexual de crianças e adolescentes. Para oficializar a iniciativa inédita no município, o prefeito em exercício, Junior da Femac, encaminhou hoje um projeto de lei para Câmara Municipal em que a administração municipal faz a cessão de uma funcionária da Autarquia Municipal de Educação (AME) para atuar dentro da delegacia de Apucarana.

Essa funcionária da educação, formada em Direito e que já atuou no patronato municipal, será responsável por atender os casos de violência doméstica e abuso sexual de crianças e adolescentes que chegarem até a polícia civil. Ao mesmo tempo vai realizar um trabalho de prevenção, realizando palestras e outras ações que levem orientação ao público alvo.

Junior da Femac lembrou que esse convênio é fruto de conversação que foi sendo amadurecida entre o prefeito Beto Preto e o delegado José Aparecido Jacovós, visando estreitar o laço entre as áreas de segurança e educação. “Hoje estamos materializando essa idéia. É um esforço que o município faz para salvar crianças e adolescentes de situações de violência e abuso”, enfatizou Junior da Femac, lembrando que a educação se depara com situações que necessitam a intervenção da polícia e vice-versa.

A superintendente da Educação, Ana Paula Cunha, destacou que a prioridade do convênio é a segurança das crianças. “Está sendo disponibilizada uma funcionária concursada para atender todas as necessidades da Autarquia de Educação dentro da delegacia. Existem situações em que precisamos recorrer ao auxílio da polícia e tendo uma funcionária lá que entenda sobre assuntos de segurança e da educação vai ficar mais fácil a comunicação para resolver situações que possam acontecer com nossas crianças”, avaliou Ana Paula.

A secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Machado, observou que muitas situações que chegam a sua pasta acabam afetando crianças. “Atos de violência que a criança vivencia em casa, acabam sendo refletindo no seu ambiente escolar. Portanto, essa parceria vem de encontro também com as necessidades diárias da secretária da Mulher. Estamos confiantes nesta parceria, em especial no trabalho de prevenção que se propõe a realizar em escolas e outros locais”, afirmou Denise.

A secretária municipal da Assistente Social, Ana Paula Nazarko, definiu a parceria educação e segurança como uma atitude de zelo com as crianças e adolescentes. “É um cuidado a mais com aqueles que estão passando por situações de violência e abuso. Ressalto que o lado da prevenção, também incluso nesta proposta, vai ajudar a diminuir esses tipos de casos que afetam nossas crianças e adolescentes”, disse Ana Paula.

Representando o poder legislativo durante o evento em que foi anunciado o convênio, realizado na manhã desta terça-feira no gabinete municipal, a vereadora Marcia Sousa enalteceu o caráter social da iniciativa. “Vamos fazer nossa parte dando um parecer favorável a essa iniciativa tão valiosa no cuidado com a segurança de crianças e adolescentes da nossa cidade”, assegurou Marcia Sousa.

Compartilhe