Casa do Mel completa sete meses de incentivo à produção local

Entreposto oferece preços justos e estimula o comércio de mel e derivados em toda a região

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Inaugurada em abril, a Casa do Mel completa sete meses de funcionamento recebendo produtores locais, oferecendo mel genuíno e de qualidade do município e da região, com preços justos, em uma cadeia de produção e comercialização socialmente responsável. O mel tem certificado de procedência e selo do SIM (Serviço de Inspeção Municipal), garantindo a pureza e o seguimento de normas de segurança sanitária. O entreposto é uma parceria entre as secretarias municipais da Mulher e da Assistência Social, por meio do Programa de Economia Solidária.

A Casa do Mel vende o produto das abelhas com ferrão (Europa e Africana) e das espécies sem ferrão (Jataí e Borá), também oferecendo casas e iscas para os insetos. O entreposto comercializa pães de mel, panos de cera e sacolas de tecidos e, às quartas-feiras, hortifrutis da horta solidária do Espaço Empreender, frescas e sem pesticidas.

Segundo o IBGE, o Paraná colhe 7.8 toneladas de mel por ano e é o maior produtor do Brasil. Para chegar a esse número, a produção cresceu 184% nos últimos 20 anos. Em 1999, o Estado era o último colocado na Região Sul, atrás de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O prefeito Junior da Femac enfatiza a importância da produção local. “Nós somos um dos maiores produtores do Estado e o Paraná, por sua vez, é o maior produtor do Brasil. A Casa do Mel ajuda os meliponicultores locais a envazarem o produto e a certificarem também. O entreposto vende um produto puríssimo e de acordo com todas as normas”, afirmou.

Pesquisas mostram que as abelhas são os mais eficientes polinizadores da natureza, responsáveis pela reprodução e perpetuação de milhares de espécies vegetais, ajudando na preservação do meio ambiente e mantendo o equilíbrio dos ecossistemas.

Para a secretária da Mulher Denise Canesin, a Casa do Mel estimula a atividade econômica no município. “Além da importância da meliponicultura na preservação da natureza, ela também gera oportunidade de trabalho e renda em toda a cadeia de produção e comercialização, ajudando o produtor a agregar valor ao mel”, ressaltou.

Serviço

Casa do Mel: Avenida Aviação, 1525

Celular (43) 99967 0446

Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª das 8h às 17h

 

Compartilhe
Skip to content