Júnior da Femac autoriza a reforma e a ampliação de mais duas escolas

Aproximadamente R$ 900 mil serão investidos nas obras das escolas municipais Luiz Carlos Prestes e Albino Biacchi

{"autoplay":"true","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

As escolas municipais Luiz Carlos Prestes, no Jardim América, e Albino Biacchi, no Jardim Trabalhista, vão entrar em obras nos próximos dias. O prefeito Júnior da Femac assinou, nesta semana, ordem de serviço para a reforma e a ampliação das duas unidades de ensino. O valor do investimento é de R$ 904 mil.

Os alunos e professores da Escola Luiz Carlos Prestes serão beneficiados com a construção de uma quadra poliesportiva e a revitalização das salas de aula, que passarão pela substituição dos pisos, troca dos forros e instalação de mantas térmicas.  O prédio ainda receberá portas novas, revisão das instalações elétricas, edificação de rampas e pintura geral. R$ 499.317,59 serão aplicados na reforma de 318,86 m2 e ampliação de 538,77m2.

Outros R$ 403.781,43 serão destinados à reforma de 877,86 m2 e à ampliação de 75,30 m2 na Escola Albino Biacchi. O projeto de engenharia prevê a revitalização de cinco salas de aula, da área de serviços e da quadra poliesportiva, além de adequações nos pátios, pintura geral e implantação de cobertura na entrada do prédio.

A secretária de educação, Marli Fernandes, destaca que as duas unidades de ensino já foram contempladas com obras na gestão Beto Preto e Júnior da Femac. “Problemas emergenciais foram solucionados nas reformas anteriores, como a adequação dos prédios às normas atuais estabelecidas pelo Ministério da Educação, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. As novas obras serão feitas para garantir mais conforto às crianças,” explicou.

A construtora Deka Ltda. venceu a licitação e ficará responsável pela execução dos dois projetos. O prazo para o início dos trabalhos é de dez dias úteis.

O prefeito Júnior da Femac frisa que mais de R$ 49 milhões foram investidos nos últimos anos, para a reforma e ampliação dos 24 CMEIs e 35 escolas municipais de Apucarana. “Quando eu e o Beto Preto assumimos a prefeitura, nós encontramos as unidades de ensino em situação precária. Alguns prédios ofereciam sérios riscos de acidentes para os alunos. Um grande esforço precisou ser feito, mas asseguro que os nossos alunos têm hoje todo o conforto e a segurança de que precisam para estudar e se desenvolver. A educação é uma das prioridades desta gestão,” afirmou.

Na última segunda-feira (1/6), o prefeito Júnior da Femac já havia autorizado o início da construção de quadras poliesportivas nas escolas municipais Juiz Fernando de Araújo Pereira, no Núcleo Djalma Mendes, e Fábio Henrique da Silva, no Jardim Marissol. As duas obras vão demandar outros R$ 700 mil.

Compartilhe