Altobeli é bicampeão da Prova 28 de Janeiro

No feminino brilhou a queniana Janet Cheruto Masai, com ugandense Emily Chebet em segundo lugar (Foto: Profeta)

Com suas passadas largas, o paulistano Altobeli Santos da Silva, conquistou o título de bi-campeão da Prova Pedestre 28 de Janeiro, disputada na noite deste sábado (26) nas ruas centrais de Apucarana. Um público estimado em 30 mil pessoas se aglomerou na Praça Rui Barbosa e em outros pontos do percurso, para assistir e aplaudir os 3.255 atletas que participaram da tradicional corrida rústica em sua 57ª edição.

A largada da prova principal, com percurso de 10 km, foi dada pelo prefeito licenciado e que está assumindo o cargo de secretário de estado da Saúde, Beto Preto, ao lado do prefeito em exercício Junior da Femac e da secretária de esportes Jossuela Pinheiro.

Até a metade da prova, concluída com pouco mais de 15 minutos, Altobeli correu junto com os africanos Nicolas Keter e Pascal Sarwat. Porém, na segunda volta, a partir dos 7 km, próximo ao Santuário São José, o brasileiro deu um sensacional sprint e os adversários não tiveram fôlego para acompanhá-lo. A partir daí, o atleta paulista precisou apenas administrar sua liderança, fechando os 10 km com 30M17S. O recorde da prova é de 27M42S.

Altobeli, já conhecido dos apucaranenses, fechou os últimos quinhentos metros da prova, sob intensos aplausos. No seu cartel, Altobeli acumula participação na final olímpica (Rio de Janeiro) dos 3 mil metros com obstáculos. Ele também foi campeão do Troféu Brasil nas provas de 1.500, 5.000 e 3.000 com obstáculos.

No feminino, a briga pelo primeiro lugar ficou restrita à queniana Janet Cheruto Masai e a ugandense Emily Chebet, ambas da equipe Coquinho Fila/Bioleve. As duas correram lado a lado na prova, e só nos últimos quinhentos metros Janet conseguiu abrir uma vantagem, fechando os 10 km com dezoito segundos à frente da segunda colocada. A campeã da “28” já venceu importantes provas no Quênia e na Polônia; no Brasil ela obteve o 7ª lugar na última São Silvestre.

PROVA DOS 5 KM – Na prova masculina dos 5 mil metros, com apenas uma volta no percurso urbano da área central de Apucarana, brilhou o atleta de São Paulo, Édson Emidio, de apenas 19 anos. Ele venceu de ponta a ponta, com a excelente marca de 15M56S. A vantagem de Emidio em relação ao segundo lugar, Everton Ferreira da Silva (Sahara Motos), foi de 30 segundos.

No feminino, a vitória nos 5 mil metros foi da atleta de Astorga, Franciele Maria de Oliveira da Silva, com a marca de 17M50S. Em segundo lugar chegou Karen Sabrina Pires, de Ibiporã. E, em terceiro lugar, Flavia Maria de Lima.

O renomado técnico de atletismo Moacir Marconi, o “Coquinho”, fez questão de elogiar a organização da Prova 28 de Janeiro. “Meus atletas disputam provas em vários países e posso atestar, sem medo de errar, que a corrida de Apucarana tem um ótimo nível técnico e uma organização impecável”, afirmou Coquinho, cumprimentando o prefeito Junior da Femac e a secretária de esportes Jossuela Pinheiro.

Participaram da cerimônia de premiação, o prefeito licenciado Beto Preto; o prefeito em exercício Junior da Femac, e sua esposa Carmen Lucia Izquierdo Martins; o deputado estadual Arilson Chiorato; o presidente da Câmara, Luciano Molina; Marcello Machado (Presidente da Funeas); Agnaldo Esteves (Sicredi); Luiz Carlos Jacovassi (Sanepar); overeador Mauro Bertoli; e o ex-prefeito Mirão Maistrovicz, além de secretários municipais.

Beto Preto e Junior da Femac agradeceram os parceiros que contribuíram na realização da prova, incluindo a Sanepar, Unimed, CEF, Acia, Unicesumar, Bizantina Engenharia, Construtora Hirose, Supermercados Alvorada, Supermercados Molicenter, Sport Camisa 10 e Facnopar. A corrida teve ainda o apoio do 30º Bimec, 10º BPM, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, SAMU, Autarquia Municipal de Sáude e Grupo de Escoteiros.

OBS: A classificação geral da prova, bem como dos melhores apucaranenses, estará disponível aqui.