Autarquia de Saúde já aplicou 280 testes rápidos em Apucarana

{"autoplay":"false","autoplay_speed":"3000","speed":"300","arrows":"true","dots":"true"}

Uma das estratégias de Apucarana para conter o avanço da Covid-19 é a testagem de profissionais da saúde e também de pessoas com sintomas da doença atendidas no Pronto Atendimento do Coronavírus.  Até agora, a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) aplicou 280 testes rápidos. Foram 11 casos positivos confirmados (3,9%) e 269 negativos (96,1%).

O prefeito Junior da Femac afirma que a medida é fundamental para frear o contágio. Apucarana tem 43 casos confirmados de Covid-19, com dois óbitos. O município adquiriu mil testes rápidos e recebeu mais mil do governo estadual.

“Completamos agora no dia 16 de maio 60 dias das primeiras reuniões que fizemos para o enfrentamento do coronavírus.  Quero agradecer a todos que estão usando máscara, lavando as mãos e ficando em casa. Juntos, estamos conseguindo enfrentar esse grande desafio”, disse o prefeito em live no Facebook nesta segunda-feira (18).

Segundo ele, o município foi um dos primeiros a focar em duas regras que estão fazendo a diferença no controle da doença: a obrigatoriedade do uso de máscaras e o investimento em testes rápidos.

“O uso de máscara foi importante para que saíssemos do distanciamento social ampliado, em que todo mundo precisava ficar em casa, para o distanciamento social seletivo, que determina o isolamento para os grupos de risco, que são as pessoas com mais de 60 anos, crianças de 0 a 12 anos e doentes crônicos. Isso permitiu que as pessoas trabalhassem, mantendo seus empregos. Já o testes rápidos são fundamentais para conter o avanço da doença. Parabéns  aos profissionais da saúde, que estão aplicando esses testes em todas as situações necessárias, respeitando os protocolos do Ministério da Saúde”, disse o prefeito.

 

Compartilhe